terça-feira, março 08, 2011

I love him.

“Se ainda ama-me? Não sei. Não sei. Quem me dera saber... Só sei, bem sei, e como sei: que ainda o amo. Amo-o com cada parte de meu corpo. Amo-o sem um pingo de lucidez. Amo-o com cada sentimento que me é insensato. Amo-o com os olhos, com os cabelos, com a boca, com o nariz, com a pele, com o coração. Amo-o incontrolavelmente. Amo-o e só por amá-lo, já o amo demais. Amo-o e não sei onde este amor começa, então nunca saberei onde ele termina.
Amo-o, e deixo cada palavra de amor como uma tatuagem em meu corpo. Como um sinal, como um pedido: “volta, porque o amor tatuado em mim – tem teu nome”.