segunda-feira, julho 11, 2011

E.

AS ROSAS NÃO FALAM
Composição: Cartola.
(1976)

Bate outra vez.
Com esperanças o meu coração.
Pois já vai terminando o verão,
Enfim.

Volto ao jardim,
Com a certeza que devo chorar.
Pois bem sei que não queres voltar,
Para mim.

Queixo-me às rosas,
Mas que bobagem!
As rosas não falam.
Simplesmente as rosas exalam,
O perfume que roubam de ti. Ai!

Devias vir...
Para ver os meus olhos tristonhos.
E, quem sabe, sonhavas meus sonhos.
Por fim.