terça-feira, agosto 23, 2011

CARTA DE SOPHIA

29 de Julho.
26 anos após a morte de Sophia.

Todas as vezes que eu escutava as pessoas falarem sobre Deus, eu ficava triste. Ali eu saberia que eu não iria para o céu. Pois o Deus que os homens mencionam, é um Deus que ama somente as pessoas perfeitas. – Perfeita eu não sou, nunca fui. – Mas depois da morte, eu soube: Deus não quer que você seja perfeito, Ele quer que você Não seja uma pessoa má. E se você for ruim, Ele não quer que você queira ser.
Enquanto Sophia, conheci um homem que se julgava Deus. E, não me engano, ele não era o único. Por várias vezes vi aquele homem apontar o dedo para mim e afirmar que eu estava errada. De certo, algumas vezes eu estive errada. Mas o que faria daquele homem alguém para me julgar? Ele não me criou, ele não me conheceu, ele não soube o que se passou dentro de mim. Ele não era o meu Pai. – Deus era, é, e sempre será o Meu Pai.
Todas as vezes que eu errei, Deus esperava que eu me arrependesse. Ele não queria que eu tomasse atitudes ruins e ficasse feliz por aquilo. Algumas vezes, meu arrependimento foi tardio. Mas quando é tarde? Tarde demais só depois da morte. – Então, vou reformular: Algumas vezes, eu demorei para reconhecer minhas atitudes erradas, mas quando o fiz, Deus estava lá para me perdoar.
Enquanto éramos crianças e aprontávamos algumas traquinagens, os nossos pais nos recriminavam, mas Não deixavam de serem nossos pais. Não é mesmo? Deus é assim. Ele nunca deixará de ser Vosso Pai, a menos que você faça esta escolha.
A vida me deu oportunidades de escolhas, houve Deus em cada uma delas. Não importasse se eu escolhera a opção errada, Deus estaria lá, segurando a minha mão. É bom lembrar que enquanto humana, eu nunca pude esperar que Deus escolhesse o que iria acontecer em minha vida ou não. Ali, tudo dependeria de mim.
Talvez seja este o erro: As pessoas acreditam que Deus escolherá por elas. Mas não é assim. Deus lhe deu uma vida, Ele não poderá comandá-la. Ele lhe deu oportunidade de escolha. Ele não poderá interferir nas demais. Tudo depende de você. Com a única diferença de que, Ele não lhe abandonará em momento algum.
Você irá aprender com seus próprios passos. Cada escolha, uma renuncia. Em momento algum poderás ter tudo que desejas. Mas, lembre-se, de tudo aquilo que você irá conquistar, você só levará contigo as coisas que puderem estar dentro de você.
Ainda sendo Sophia, eu conheci pessoas que só acreditavam naquilo que poderiam ver. Você não poderá ver Deus, assim como tu não poderás ver o teu próprio coração. Então, como não vês os teus sentimentos e tu ainda podes senti-los. Tu não vês Deus, mas poderá ter fé e poderá senti-Lo ao teu lado.
Pois também conheci pessoas que após sofrerem muito e procurarem Deus, mudaram de opinião e começaram a acreditar mesmo sem ver. – Se tu tens fé do tamanho de uma semente, é o suficiente para que esta semente brote e dê frutos.
Hoje, eu sou Anjo. Anjo Sophia. Não sou mulher, nem sou homem. Sou Filho de Deus. Hoje, parece-me ironia dizer que morri. Eu não morri. Eu comecei a viver. Depois que se deixa de ser humano e que se encontra Deus é que nós encontramos a vida. Esta passagem pela qual passei aí, é apenas uma prova de sabedoria. Se tu enfrenta todos os males e conservas o teu coração puro, é sinal de que o teu coração foi realmente moldado ao de Deus.

Deus não lhe quer perfeito, ele só Não quer que tu sejas uma pessoa má.

Porém, não acostume-se nesta ideia. Não queira ser errado. Mantenha o coração limpo e lembre-se do amor de Deus. Enquanto Sophia, eu desacreditei por algumas vezes. Perdi a fé. Me afastei. E isto fez com que Deus ficasse triste. Afinal, quem não se sente triste quando alguém que amamos se afasta e desconfia de nós? Nós fomos feitos a semelhança Dele. Acredite! Ele existe. Ele lhe ama. Não desanime! Se, por ventura, acontecer... Tudo bem. Todo mundo precisa de um tempo. E o que podemos esperar de você? Você é apenas um humano. – Mas acorde. Volte. Reencontre a sua fé. Pois o amor de Deus é: mesmo sabendo que você errou hoje, dar uma nova chance para tentar concertar amanhã. – O amor de Deus é sempre um novo começo. Não há finais.