terça-feira, dezembro 20, 2011

PERSEVERANÇA


Não se pode crer num destino certo quando a vida é cheia de voltas e pequenos detalhes. "Vim à essa vida para chorar" e mesmo assim sorriu? – Como é que é essa história? – Você chora agora, sorri depois, chora de novo, sorri outra vez. E não há nada escrito em linhas certas, tortas ou que alguma cartomante vá prever. Horóscopo, numerologia e espelhos falantes não irão contar o que acontecerá daqui pra frente. Cai na real! Acorda pra vida! Essa coisa do "seja o que for" é para quem tem medo de viver. A vida é determinada de acordo com as suas escolhas. Se você disser "sim, eu vou" você tem que se dar pra isso. Se você disser "não, não posso" você tem que estar ciente do que está perdendo.
Cuidado com as palavras, rapaz. Outrora elas te traem e você ficará numa encruzilhada. Cuidado também com as mentiras. Não só as mentiras que tu contas ou que te contam. Cuida as mentiras que tu faz à si mesmo. Não fique se enganando, tentando ser e sentir outra coisa, fazendo de conta que está bem. Isso causa dor.
Porque se as oportunidades de ontem tivessem sido me dadas hoje, eu as tinha agarrado com braços firmes. Mas foram dadas ontem e ontem não volta. Por isso, e por muito mais – acredite – por muito mais, tens que pensar em tudo que deixas pra lá. Porque as mesmas oportunidades raramente acontecem outra vez. E o mundo é daqueles que se entregam com coragem, que estão fortes na esperança de que irá dar certo, que conservam alegria dentro do coração e fortificam a boa vontade na vida dos seus próximos.
Felicidade completa existe. Mas para isso é preciso estar preparado pros momentos ruins, por isso, coração limpo e fé em Deus. Não adianta procurar ajuda com Deus ou com o melhor amigo quando tudo explode e fica mal. Não. Tens que ir atrás do amor e da confiança nos momentos bons. Porque quando as tempestades chegarem tu estará preparado – e não digo que, preparado sabendo o que irá ser – mas, preparado com esperança e conforto, que são as mãos amigas durante os importunos.
Não venha com esses lamentos porque desconfiam das tuas mudanças e tentativas, foi tu mesmo que destes os motivos para que te reprimam. Pare de se fazer de vítima dos teus próprios erros. A vida tomou o caminho que você escolheu. Ninguém é responsável por isso. Ninguém, além de você.
Pára. Tira uns dias. Tu estás fazendo tudo errado. E não irás precisar de sorte para consertar os erros... Não. A vida não é feita de sorte. Tu irás precisar de perseverança. Nada de desistir no primeiro “não”, nem no segundo, nem no terceiro. Pois, lembre-se, quem fechou as portas foi você.
Conquistar a confiança de alguém com quem se errou muito é o mesmo que tentar colar os pedaços de um espelho quebrado. Podemos nos machucar com os pedaços pontudos, mas não poderemos desistir. Quando todos os pedaços estiverem colados, haverá rachaduras, e, estas poderão se partir com qualquer chacoalhada. Então, se você não for, novamente, um homem que desejou os sete anos de azar... Quem sabe, depois de um tempo, se pode comprar um espelho novo que toma o lugar do que está em pedaços. Pois assim é a vida, rapaz: efêmera e rápida para que aconteçam os desastres, mas demorada e sofrida para que se arrume a bagunça.

Entenda: A vida é só um teste. 
Aprende a andar atento.


— Novembro de 2009