terça-feira, dezembro 20, 2011

U.

SUA MENINA
Arnaldo Antunes



❝Você trata muito mal sua menina.
Um dia ela vai puxar o carro,
De sua barba mal feita, seu catarro.
Um dia ela vai encher o saco.

Você trata muito mal sua princesa,
Um dia ela vai virar a mesa.
Seu olhar só vê o seu umbigo,
Um dia ela vai ficar comigo.

Você olha para ela com desprezo,
Como um déspota destrata uma empregada.
Das grades do orgulho onde está preso,
Você maltrata a sua namorada.

Seu terno engomado, seu perfume,
Seu tédio, seu remédio digestivo.
Seu eterno pesadelo de ciúme,
Um dia desses ela vai te dar motivo.

E ficar comigo,
E ficar comigo.
E ficar comigo sim.

Vai ficar comigo,
Vai ficar comigo.
Vai ficar comigo só.

Você trata muito mal sua pequena,
Um dia ela vai sair de cena.
E o remorso vai te torturar sem pena,
Quando a vir ao meu lado no cinema.

Você trata muito mal o seu amor,
Não rega com carinho a sua flor.
Depois de ver o que você já fez,
Com certeza ela vai sumir de vez.

Vai sumir comigo,
Vai fugir comigo,
Vai sumir comigo sim.

E ficar comigo,
E ficar comigo,
E ficar comigo só.

Só ficar comigo,
Vai ficar comigo,
Vai ficar comigo sim.

Vai ficar comigo,
Ficar só comigo,
E você vai ficar só.❞